dicas da Amarelo!

Bossa Nova e política

Assistimos Coisa Mais Linda, a mais nova série brasileira produzida pela Netflix, na semana em que a maior provedora de produtos audiovisuais via streaming do mundo anunciou que a plataforma produzirá 30 novas séries e filmes originais no Brasil nos próximos meses.

Excelente notícia se pensarmos na indiscutível qualidade técnica com que as obras seriadas brasileiras são produzidas hoje. Da série “3%” à “O Mecanismo” e “Samantha!”, Coisa Mais Linda é, de fato, a série mais refinada da Netflix.

Ambientada no final da década de 50, a série tem os primeiros sopros da Bossa Nova como pano de fundo. Adélia e Maria Luiza são mulheres de origens sociais opostas que tem no destino algo em comum: uma sociedade no clube de música Coisa Mais Linda, uma espécie de jazz club que nos remete ao icônico Beco das Garrafas, travessa carioca palco da evolução da música popular brasileira nas décadas de 50 e 60.

O contexto sócio-político e cultural do Brasil no período determina os principais dilemas que permeiam as histórias de vida destas mulheres: o machismo pulsante, o preconceito de cor, as diferenças sociais e, por tudo isso e mais, a busca incessante por emancipação e empoderamento. Em Coisa Mais Linda, a liberdade é o que se vê no horizonte.

mulheres rua observam letreiro cor de rosa.
Adélia (Pathy Dejesus) e Maria Luíza (Maria Casadevall) são sócias no clube de música Coisa Mais Linda, homenagem à Garota de Ipanema, de Tom Jobim e Vinícius de Morais

Apesar do uso de lugares comuns em alguns diálogos e cenas, o roteiro da série acerta no debate que propõe. As cores quentes prevalecem na fotografia e na paleta de composição da cenografia e da arte. A trilha-sonora combina Bossa e criatividade tanto nas músicas reproduzidas pelos personagens em cena, quanto em músicas incidentais que ajudam a construir uma parede sonora repleta de referências à MPB.

Por fim, Coisa Mais Linda é pertinente por tornar acessíveis pautas importantes na trama, pela eficiência em contextualizar cenários e figurinos em uma história de época genuinamente brasileira e em ampliar a oferta de séries via streaming realizadas no país, o que nos cria grandes expectativas pelas próximas produções originais anunciadas pela Netflix.

Retornar à Home.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s